musc esfinct.jpg

EXERCÍCIOS PARA TREINAMENTO ESFINCTERIANO

 

# Os exercícios aqui descritos servem para ajuda-lo a melhorar o seu controle esfincteriano. Quando forem feitos corretamente eles irão deixar sua musculatura mais forte para você segurar mais adequadamente os gases e as fezes.

 

# Existem 2 músculos esfincterianos: interno e externo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                              Interno

                                                                                                         Externo

 

 

 

 

 

# O esfíncter interno do ânus é um musculo involuntário que está constantemente contraído, fechando o ânus, exceto durante as evacuações que é quando ele apresenta relaxamento. Esse é um mecanismo automático e você nunca precisa pensar nele.

 

# O esfíncter externo é um músculo voluntário que você utiliza apertando o ânus o máximo possível quando você está com urgência para evacuar ou com diarreia.

 

# Esses músculos encontram-se ao redor do ânus, circunferencialmente. Quando as fezes chegam no reto, o esfíncter interno relaxa para a entrada de fezes no ânus. As terminações nervosas do ânus informam da presença de gases ou fezes nesse local para a evacuação. 

 

# Um ou ambos os esfíncteres do ânus podem estar enfraquecidos. Isso pode acontecer após o parto, após cirurgias, por constipação, esforço evacuatório, lesão por diabetes... Se você tem uma fraqueza nos músculos do ânus, não conseguindo segurar as fezes até a chegada ao banheiro, você tem urgência evacuatória e pode experimentar a perda involuntária de gases, líquidos e/ou fezes.

 

# Como os exercícios poderão ajuda-lo?

    * Os exercícios ajudam a fortalecer a musculatura do ânus para que você possa controlar melhor as suas evacuações, diminuindo a perda de gases e fezes. Como qualquer outra musculatura do nosso corpo, quanto mais exercícios você fizer, mais forte o músculo ficará.

 

# Aprendendo a realizar os exercícios:

    * É importante você aprender a contrair corretamente a musculatura do ânus, e averiguar se a contração está sendo efetiva.

    * Sente confortavelmente com as pernas levemente afastadas. Agora imagine que você está precisando segurar a evacuação. Para isso você precisa apertar a sua musculatura ao redor do ânus. Aperte a musculatura com toda a força que puder, como se você estivesse com muito medo de perder as fezes. Você tem que estar atento para sentir a contração dos seus músculos. Suas nádegas, barriga e pernas irão contrair muito nesse momento. Você deve estar atento a pele ao redor do ânus que irá se desencostar da cadeira. Tente sentir isso. Agora você está realizando adequadamente a contração. Você não precisa prender a respiração para realizar esse exercício.

    * Agora imagine que o músculo do seu ânus é um elevador. Você precisa contrair com bastante força para que o elevador chegue no 5º andar. Mas você não conseguirá segurar por muito tempo, e você não ficará seguro pois seu musculo estará cansado. Agora procure contrair seu musculo gentilmente para que você possa chegar até o 2º andar. Procure observar o quanto você consegue segurar e o máximo que você consegue contrair.

 

# Realizado os exercícios:

    * Sente e abra um pouco as suas pernas

       1. Exercício de contração: aperte a sua musculatura esfincteriana o mais forte que conseguir. Segura por 5 segundos, então relaxe por 10 segundos. Repita esse procedimento mais 5x. Isso deixará seu músculo mais forte.

      2. Exercício de persistência: contraia o esfíncter pela metade da força que você fez no item 1. Segure o máximo que conseguir. Relaxe por 10 segundos, e repita o exercício mais 5x. Isso dará mais resistência ao seu músculo.

      3. Exercício de contração rápida: contraia o esfíncter o mais rápido e forte possível e a seguir relaxe. Repita isso o máximo de vezes possível, até cansar. Repita esse processo por mais 5x.

      4. Os exercícios acima: 5x o mais forte possível, 5x o mais longo possível e 5x o mais rápido possível. Você deve fazer 10x/dia.

 

    * A medida que seus músculos forem ficando mais fortes, verás que poderá segurar a musculatura contraída por mais de 5 segundos, e realizar as contrações rápidas por mais tempo.

    * É necessário tempo e dedicação para fortalecer os seus músculos. Você tem que realizar esses exercícios regularmente por vários meses para que seus músculos fiquem muito mais fortes.

 

# Importante:

   * Você precisa de tempo, concentração e paciência para realizar os exercícios. Sente confortavelmente e não deixe que ninguém o atrapalhe.

   * Os resultados começam aparecer ao longo de algumas semanas – Não desista!!!

   * Tenha o hábito de fazer seus exercícios junto com suas atividades diárias em casa ou no trabalho.

   * Use seus músculos quando precisar deles. Se você sentir urgência para evacuar e estiver com medo de perder fezes, contraia seu esfíncter; Lembre-se que você não conseguirá segurar com muita força e por muito tempo a sua musculatura, por isso contraia com menos força, mas por mais tempo. O seu controle irá melhorar gradualmente.

   * Controle seu peso: o aumento de peso exige mais força para contrair a musculatura.

   * Uma vez que você consiga controlar adequadamente seus músculos, não deixe de fazer seus exercícios. Mantenha menos vezes ao dia, a fim de manter o controle esfincteriano.